UVB 76

Share

UVB-76 (também referida como UZB-76S28MDZhB ou Жужжалка, em russo) , mas conhecida pelos ouvintes ocidentais como The Buzzer, é uma estação de rádio russa de ondas curtas que opera desde 1982. Sempre repetindo um “pip” de dois segundos, mudou para uma campainha no início de 1990.Ela foi alterada brevemente para um tom mais alto e de maior duração (cerca de 20 tons por minuto) em 16 de janeiro de 2003, embora o este som tenha sido revertido para o padrão de tom anterior.

Até então tudo bem, exceto que ruídos de fundo, conversas distantes podem ser ouvidas por essa estação. Contagens de números sem sentidos que se repetem por diversos minutos, nomes aleatórios (sempre em russo) e o caso mais estranho registrado (pra mim) foi em setembro de 2010 quando ela transmitiu um texto de 38 segundos do O Lagos dos Cisnes, de Tchaikovsky (??)!

Na real, a função da UVB-76 ainda é desconhecida. No entanto, o ex-ministro das Comunicações e Informática da Lituânia escreveu que o propósito das mensagens de voz é confirmar que os operadores de outras estações de recepção estão alerta. Enquanto não se sabe a real função da estação, o imaginário do pessoal voa. O problema aumentou quando um esloveno de nome  Andrus Aaslaid resolveu investigar mais e procurou analisar as ondas com seu rádio amador e descobriu que havia uma triangulação do sinal, podendo ele ser transmitido não de um, mas de diversas posições, então, presume-se que a estação mudou de lugar. Curioso com as descobertas ele passou a transmitir do sótão da sua casa o sinal para a internet.

Em 1980 os fabricantes estadunidenses e japoneses de transceptores e receptores de ondas de rádio começaram a fabricar equipamentos que emitiam e recebiam ondas curtas (frequência entre 3 – 30 MHZ). Estes novos equipamentos proporcionavam uma cobertura total para essa faixa e agora era possível transmissões radiofônicas internacionais e intercontinentais sem muita perca de qualidade. Claro que essa tecnologia já existia, mas somente era usada (pelo seu alto custo) pelos grandes governos, principalmente pelas potências da guerra fria. Mas agora a realidade havia mudado e a sociedade civil e privada teve acesso a essa tecnologia. Foi um grande avanço para radiofusão. Uma das teorias do uso dessa rádio aponta para que ela transmitia mensagens criptografadas para a inteligência russa através de números, se pensarmos na guerra fria, tudo bem, mas por que se usa essa transmissão nessa faixa ainda hoje??? Doido não? Agora fico pensando com outros olhos quando me lembro da “a escotilha” daquele antigo seriado, o Lost.

Para entender do que se tratava os bips clique no link aqui:

http://priyom.org/media/57390/s28-jan-1982-am.ogg

Abaixo umas fotinhos da estação:

Já conheci prédios incendiados em melhores condições.
Já conheci prédios incendiados em melhores condições.

 

Olha só! Um lugar "habitável".
Olha só! Um lugar “habitável”.

 

Painel de controle, mas fala sério: alguém trabalha nisso mesmo?
Painel de controle, mas fala sério: alguém trabalha nisso mesmo?

 

Um corredorzinho sinistro.
Um corredorzinho sinistro.

 

Mapa da triangulação feita  pelo nosso esloveno paranoico e possivelmente celibatário.
Mapa da triangulação feita pelo nosso esloveno paranoico e possivelmente celibatário.

Querem mais fotos da estação russa, clique aqui:

http://englishrussia.com/2010/08/28/inside-the-mysterious-uvb-76-station/6/

Para achar online a localização da UVB-76

View Larger Map

Para ouvir online a rádio:

http://www.radioforest.net/radio/uvb-76-temporary-internet-repeater/256618

Curiosidade, testei no site no dia 12/12/2013 e tinha 52 pessoas online ouvindo o interminável ruído… kkkkk.

Tô com medo! Chega de internet por hoje!

Share