Las-10-peores-maquinas-de-tortura-de-la-Edad-Media-6

Igreja Católica Medieval

Alguns acreditam que na idade média os reis que eram os verdadeiros poderosos porém quem pensa dessa maneira jamais parou para imaginar o poder que a Igreja Católica Medieval possuía. Durante os anos do Feudalismo, a igreja Católica foi a mais poderosa instituição que a Europa conheceu. Porém seu poder não terminou com a baixa do sistema feudal perdurou durante anos, sendo sua influência sentida de forma pesada no mundo até poucos anos atrás.

Podemos ver o poder pelo lado financeiro e principalmente pelo lado moral, isso falando do controle das multidões. Como instituição, a Igreja Católica Medieval era dona de dois terços de todas as terras cultiváveis da Europa, e isso contando em uma época onde a verdadeira riqueza deveria se medir através da posse da terra. Ao contrário de Nobres que tinha seus bens sendo constantemente repartidos ao trocarem de alianças ou mesmo por óbitos, a Igreja ao longo dos anos somente acumulou bens. De outro lado, o controle que ela exercia sobre as multidões era capa de perverter reis, fazer e desfazer alianças e determinar tudo o que era certo ou errado. Sua posição era tão segura e inquestionável que cada vez mais os altos cargos da Igreja distanciavam-se dos assuntos religiosos para cuidarem de seus afazeres pessoais.

Sua influência era tamanha que durante a Idade Média a Igreja criou a Inquisição, ou Santa Inquisição. Uma espécie de tribunal religioso para condenar aqueles que eram contra os dogmas (verdades) pregados pela Igreja Católica. No início quem fazia os julgamentos eram membros do clero local, porém a partir da década de 1250, os inquisidores eram geralmente escolhidos entre os membros da Ordem Dominicana para substituir a prática anterior de utilizar o clero local como juízes.

Fundado pelo Papa Gregório IX, o Tribunal do Santo Ofício da Inquisição mandou para a fogueira milhares de pessoas que eram consideradas hereges (praticante de heresias; doutrinas ou práticas contrárias ao que é definido pela Igreja Católica) por praticarem atos considerados bruxaria, heresia ou simplesmente por serem praticantes de outra religião que não o catolicismo. Na verdade a ideia da criação da Inquisição surgiu inicialmente para funcionar como um tribunal interno, apenas para dentro Igreja católica. Porém, em 1183, pessoas enviadas pelo papa para investigar uma crença conhecida como Cátaros de Albi, no sul da França perceberam  os “albigineses” deveriam ser considerados hereges por distorcerem a fé cristã. Como resultado disso, no ano seguinte, no Concílio de Verona, foi criado o Tribunal da Inquisição. A inquisição vai ser forte no século XVIII, mas as perseguições aos hereges têm registros bem mais antigos.

Daí em diante, tudo só piora. Em 1252, o Papa Inocêncio autoriza a tortura através de um documento conhecido como “Ad Exstirpanda”. Na prática, o documento autoriza e incentiva o uso da tortura para fornecer uma confissão do torturado. Esse documento vai ser usado e renovado pelos papas seguintes. Através de técnicas de tortura que deixaria o BOPE chocado, qualquer pessoa presa acabaria confessando os mais temíveis crimes para que a tortura acabasse. Abaixo, listamos alguns dos instrumentos de tortura medievais.

Balcão ou mesa de estiramento - O sujeito era amarrado pelos braços e uma roldana esticava o condenado.

Balcão ou mesa de estiramento – O sujeito era amarrado pelos braços e uma roldana esticava o condenado.

Antes eu pensava que isso era coisa de filme. Mas essas máscaras eram usadas em punições leves, para quem difamasse costumes cristãos como traições ou mesmo quem atentasse contra o governo. Vinham nas mais divertidas e variadas formas como por exemplo chifres para os traídos.

Antes eu pensava que isso era coisa de filme. Mas essas máscaras eram usadas em punições leves, para quem difamasse costumes cristãos como traições ou mesmo quem atentasse contra o governo. Vinham nas mais divertidas e variadas formas como por exemplo chifres para os traídos.

Acho que essa dispensa explicações né? por ventura a da foto  tem 1.606 pontas de madeira e 23 de ferro e podia ser aquecida para provocar mais dor.

Acho que essa dispensa explicações né? por ventura a da foto tem 1.606 pontas de madeira e 23 de ferro e podia ser aquecida para provocar mais dor.

A minha preferida. Conhecida como "Virgem de Ferro" ou "Donzela de Ferro", ou ainda Iron Maiden para os mais íntimos. Tratava-se de uma capsula de ferro com espinhos de metal  colocadas para dentro de modo que o acusado não poderia cair no sono ou se feriria.

A minha preferida. Conhecida como “Virgem de Ferro” ou “Donzela de Ferro”, ou ainda Iron Maiden para os mais íntimos. Tratava-se de uma capsula de ferro com espinhos de metal colocadas para dentro de modo que o acusado não poderia cair no sono ou se feriria.

Bom, acho que chega por enquanto não? A inquisição chegou a torturar milhares de pessoas de diversas classes sociais durante a idade média, nem mesmo os nobres conseguiam escapar. Lembrando que a Igreja e o Estado funcionavam juntos, portanto as atividades da Inquisição eram perfeitamente apoiadas pela nobreza quando essa queria derrubar nobres inimigos. Nos julgamentos, o réu não tinha nem o direito de saber o porquê e nem por quem havia sido condenado, não tinha direito a defesa e bastavam apenas duas testemunhas como prova.  O maior temor era ser julgado pelos “autos da fé” que era quando a sentença (geralmente a morte) era professada em praça pública como uma grande festa para servir de exemplo aos demais hereges. Poucos sobreviviam ou eram perdoados. O melhor exemplo de perdão encontramos em Galileu Galilei.

Galileu foi o mais importante astrônomo de seu tempo ao criar os princípios do método experimental da ciência moderna. Ele criou as bases para o estudo do movimento dos corpos na física (cinemática) e conseguiu provar isso quando em 1609 criou a luneta. Através dela, ele pôde provar que o Sol é a nossa estrela e que os planetas giram ao redor do sol, sendo a Terra é só mais um deles. Tal pensamento, que hoje até mesmo crianças de 10 anos sabem, desagradou muito aos padres da época que eram contra considerar a Terra, a criação suprema de Deus “apenas mais um planeta, portanto é óbvio que o Sol giraria ao redor da Terra”. Para fugir da inquisição Galileu foi obrigado a ir em praça pública e admitir que estava errado.

É mole? Se acha que para ele foi complicado, pior foi para Giordano Bruno e Joana D’arc que acabaram queimados na fogueira. Pelo menos para Giordano Bruno sua morte causou um movimento de mudança no pensamento opressor religioso na Europa

mesopotamia

Mesopotâmia

A Mesopotâmia (atualmente Iraque)

A Mesopotâmia (atualmente Iraque)

A antiga Mesopotâmia foi um dos primeiros lugares do ocidente a fazer a Revolução Neolítica (a mudança de dependente da natureza para interventor da natureza). Por esse motivo temos um dos mais antigos indícios de civilizações do período e pelo mesmo motivo a região foi alvo de várias civilizações no que podemos chamar de um curto período de tempo.  Continue reading

Guerra Civil Síria

Síria e EUA, são países com políticas diferentes porém com problemas convergentes na política atual. Entender a questão do enfrentamento político entre os EUA e a Síria é um problema que pode ser explicado de dois lados, o lado americano, que ele deixa bem claro que é pelo bem do povo, o que devemos desconfiar enquanto o lado Sírio, onde temos um governo ultraconservador, com uma falsa democracia, lutando para ficar no poder nos últimos dez anos e apenas defendendo-se um uma milicia terrorista e opositora. Primeiro de tudo, vamos entender de onde veio a Síria antes de entender de onde veio a Guerra Civil Síria.. Continue reading

cafe

República Velha

O período que vai de 1889 a 1930 é conhecido como a República Velha. Este período da História do Brasil é marcado pelo domínio político das elites agrárias mineiras, paulistas e mineiras. O Brasil torna-se um país exportador de café ao mesmo tempo que a industrialização engatinha para acompanhar a produção cafeeira e vários problemas sociais aconteciam pelos quatro cantos do território brasileiro decorrentes da forma dos cafeicultores administrarem o Brasil: sempre pensando em obter o luco na lavoura e pouco se preocupando com as questões sociais. O Principal desafio para o estudante de história desse período é compreender como as elites cafeicultoras faziam para permanecer no poder, compreender como funcionava a democracia e os movimentos sociais que eclodiam, muitas vezes na forma de revoltas. Essa aula vai abordar somente a sucessão de governos… em outra aula vamos abordar esses assuntos.

Continue reading